Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Aves - Phlegopsis nigromaculata confinis Zimmer, 1932 - Mãe-de-taoca
Início do conteúdo da página

Aves - Phlegopsis nigromaculata confinis Zimmer, 1932 - Mãe-de-taoca

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Aves
Aves
Passeriformes
Thamnophilidae
Phlegopsis nigromaculata confinis Zimmer, 1932
Mãe-de-taoca
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
A3c+4c
Justificativa
Phlegopsis nigromaculata confinis é endêmica do centro de endemismo Xingu, localizado no interflúvio Xingu-Tocantins, região que vem sofrendo altas taxas de desmatamento. A subespécie sofreu perda de habitat de cerca de 60% em relação à sua distribuição original, nos últimos 40 anos. Com base numa comparação com os dados obtidos para uma espécie com distribuição similar (Hylexetastes brigidai), sua distribuição se sobrepõe a uma área de desmatamento consolidada, portanto, estima-se que a espécie perderá cerca de 40% de sua extensão de ocorrência - EOO atual nos próximos 15 anos (três gerações). Ela é restrita a grandes áreas de floresta, mas também já foi registrada em mata secundária e em matas que sofreram corte seletivo. Por estas razões, a espécie foi categorizada como Vulnerável (VU) A3c+4c.
Especialistas
Alexander Charles Lees, Alexandre Luis Padovan Aleixo, Christian Borges Andretti, Edson Varga Lopes, Luciano Nicolas Naka, Luís Fábio Silveira, Luiz Augusto Macedo Mestre, Mário Cohn-Haft, Sérgio Henrique Borges, Sidnei de Melo Dantas, Thiago Orsi Laranjeiras, Túlio Dornas de Oliveira
Referências
1) Aleixo, A.; Burlamaqui, T.; Schneider, M.P.C.; & Goncalves, E.C. 2009. Molecular systematics and plumage evolution in the monotypic obligate army-ant following genus Skutchia (Thamnophilidae). Condor, 111: 382-387.
2) Bird, J.P.; Buchanan, G.M.; Lees, A.C.; Clay, R.P.; Develey, P.F.; Yépez, I. & Butchat, S.H.M. 2011. Integrating spatially explicit habitat projections into extinct risk assessments: a reassessment of Amazonian avifauna incorporating projected deforestation. Diversity and Distributions 19: 273-281.
3) Pacheco, J.F.; Kirwan, G.M.; Aleixo, A.; Whitney, B.M.; Whittaker, A.; Minns, J.; Zimmer, K.J.; da Fonseca, P.S.M.; Lima, M.F.C. & Oren, D.C. 2007. An avifaunal inventory of the CVRD Serra dos Carajás project, Pará, Brazil. Cotinga, 27: 15-30.
4) Portes, C.E.B.; Carneiro, L.; Schunck, F.; Silva, M.S.E.; Zimmer, K.J.; Whittaker, A.; Poletto, F.; Silveira, L.F.; & Aleixo, A. 2011. Annotated checklist of birds recorded between 1998 and 2009 at nine areas in the Belém area of endemism, with notes on some range extensions and the conservation status of endangered species. Revista Brasileira de Ornitologia, 19: 167-184.
5) Sick, H. 1997. Ornitologia Brasileira. 3ª ed. Nova Fronteira. 912p.
6) Sigrist, T. 2006. Aves do Brasil: uma visão artística. Editora Avis Brasilis, 672p.
7) Valente, R.M. 2006. Padrões espaciais em comunidades de aves Amazônicas. Tese (Doutorado em Zoologia). Universidade Federal do Pará - UFPA. 275p.
Fim do conteúdo da página