Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Monitoramento > Capacitação
Início do conteúdo da página

Capacitação

{besps}stories/o-que-fazemos/monitoramento/slide-capacitacao{/besps}

A efetividade do monitoramento da biodiversidade exige pessoas qualifidadas em todos os níveis

Nessa perspectiva, o ICMBIO elaborou o Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade (acesse o livro). Este Ciclo pretende ser um programa de formação continuada destinado a todos os perfis de atores envolvidos no planejamento, execução e coordenação do monitoramento da biodiversidade, sendo ou não servidores do Instituto. Os métodos para a amostragem dos grupos de indicadores, as análises do dados e gestão da informação dos programas de monitoramento exigem diferentes níveis de conhecimento e técnica e, portanto, são alvos dos eventos em capacitação para o monitoramento.

A matriz pedagógica do Ciclo está constituída por cinco processos formativos, 12 módulos e 35 disciplinas. Os processos formativos são trabalhados em Curso, Oficina, Seminário ou outro evento de formação dos sujeitos participantes do Ciclo de Capacitação. Para cada um desses processos há um conjunto de módulos que, por sua vez, são constituídos por uma ou mais disciplinas afins, referentes a um conjunto de competências necessárias ao desempenho das diferentes funções (figura abaixo). 3-processos-formativos Estrutura dos Processos Formativos do Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade. Retirado de Santos, 2014.
Saiba maisO Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade atende ao estabelecido na Política Nacional de Biodiversidade, que possui como um dos componentes a Educação, Sensibilização pública, Informação e Divulgação sobre Biodiversidade visando, dentre outros, a formação e o envolvimento da sociedade na proteção da biodiversidade. Além deste, tem como princípio a consideração dos conhecimentos locais, tradicionais, científicos, as inovações e costumes como relevantes formas de informação (BRASIL, 2008 item 2 VI).A proposta do Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade fundamenta-se também na Portaria nº 106/2008, que dispõe sobre Política de Desenvolvimento de Pessoas. Baseado nesta política, a referida proposta pretende subsidiar o desenvolvimento de pessoas possibilitando-as o autoconhecimento e a aquisição de competências individuais e institucionais por meio de processos permanentes de aprendizagem. Vale destacar que a perspectiva de competência, aqui adotada, extrapola a idéia do saber fazer, do saber prático e considerando-a como um conjunto de capacidades humanas para realizar uma ação que envolve questões experimentais, conceituais, políticas e sociais. Para a realização desses processos pretende-se organizar trilhas de aprendizagens, ou seja, caminhos formativos organizados em módulos articulados e complementares.
Os diversos atores que atuam ou têm influência no campo de monitoramento da biodiversidade trazem visões e experiências diferentes sobre o campo que é importante na construção de uma proposta pedagógica exequível e consistente. Isso envolve uma concepção de educação que reconhece cada sujeito como um ser capaz e dotado de saberes, conhecimentos e práticas relevantes à construção individual e coletiva de novos conhecimentos e atitudes necessárias a uma atuação crítica e emancipatória no ambiente em que vive.O sistema de monitoramento da biodiversidade requer o envolvimento de diversos atores servidores do ICMBio ou não. A proposta pedagógica do Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade foi elaborada com a participação de representantes de todos estes setores.3-sujeitosCoordenador do monitoramento da biodiversidade na UC
Servidor do ICMBio responsável pela gestão da UC e/ou pela coordenação local do monitoramento.Assessor de Implantação
Servidor do ICMBio, consultor externo contratado, bolsista, responsável pela articulação entre as equipes das Coordenações do ICMBio envolvidas no Programa de Monitoramento da Conservaçãoda Biodiversidade e a equipe local das UCs, visando apoiara implantação do Ciclo.Monitor local
Servidor da UC, morador da UC ou entorno, bolsista ou estagiário que coleta os dados, auxilia na organização destes, e atua na manutençãode trilhas.Pesquisador (interno e externo)
Servidor, bolsista, pesquisador do ICMBio ou pesquisador colaborador de instituições externas, que contribui na orientação da coleta de dados nas UCs e seleção dasáreas amostradas, auxilia na capacitação, definição de protocolos,análises em escala regional ou nacional para fornecer informaçõessobre a rede de UCs à COMOB e divulgação dos dados, assim como participa da avaliação periódica dos aspectos técnicos do monitoramento da biodiversidade.Equipe das Coordenações do ICMBio envolvidas no Sistema de Monitoramento da Conservação da Biodiversidade (COMOB, CGGP, COEDU/ICMBio)
Servidores responsáveis pela coordenação geral e gerenciamento dos programas de monitoramento da conservação da biodiversidade nas UCs federais, incluindo as atividades de capacitação em diferentes níveis,sistematização, validação e integração dos dados, articulação para a execução de análises, disponibilização e divulgação dos dados e resultados, estabelecimento de parcerias externas parao cumprimento das etapas do monitoramento, acompanhamentofísico-financeiro dos programas, identificação de oportunidades de aporte de recursos financeiros e articulação com os demais processosdo ICMBio.Líder comunitário e representante local no conselho das UCs
Representante dos moradores das UCs e entorno ou de associações vinculadas à UC, responsável por apoiar e mobilizar as atividadescomunitárias de monitoramento e participar das discussões de gestão da UC utilizando as informações de monitoramento.Parceiros externos
Representantes de instituições parceiras responsáveis por apoiar a capacitação e contribuir com as demais atividades de monitoramento.Formador/Instrutor
Servidor, pesquisador, bolsista ou especialista responsável por executar atividades de capacitação para atividades relativas aomonitoramento.Profissional de Tecnologia da Informação
Técnico responsável pela manutenção corretiva e evolutiva do sistema de informação em monitoramento da biodiversidade.

Parte dos eventos de capacitação previstos pelo Ciclo de capacitação em monitoramento da conservação da biodiversidade será realizada através do Plano Anual de Capacitação do icmbio (pac), principalmente aqueles direcionados À formação dos servidores.

Os eventos, que podem acontecer na forma de seminários, oficinas, cursos, palestras, etc., são planejados pela equipe da CGGP/DIPLAN em conjunto com a área técnica do Instituto e executados, preferencialmente, na ACADEBio. A agenda de cursos pode ser acessada através do portal da CCGP e os materiais relacionados a cada curso podem ser encontrados na plataforma de Educação a distância  e acessados por qualquer servidor do Instituto.

CURSOS DE CAPACITAÇÃO EM MONITORAMENTO TERRESTRE REALIZADOS

Entre 2013 e 2014 foram realizados nove eventos de formação do Ciclo de Capacitação em Monitoramento da Biodiversidade.Destes, três foram cursos para capacitar os gestores do ICMBio, principalmente das Unidades Conservação, e colaboradores na implantação do monitoramento de biodiversidade e aplicação dos protocolos de monitoramento terrestre na Amazônia, Mata atlântica e Cerrado. Estes cursos foram compostos de cinco disciplinas principais, conforme orientação da estrutura pedagógica do Ciclo de Capacitação:

  1. Introdução ao Programa de Monitoramento da Biodiversidade
  2. Monitoramento da Biodiversidade e Biologia da Conservação
  3. Técnicas de Segurança e Equipamentos de Proteção Individual
  4. Delineamento Amostral no Monitoramento da Biodiversidade
  5. Aplicação de Protocolos dos Indicadores Mínimos

Nestes três cursos cerca de 52 servidores e colaboradores foram capacitados. A metodologia de ensino nos cursos envolveu aulas práticas de procedimentos técnicos de estabelecimento das unidades amostrais e coletas dos dados, e aulas teóricas de conceitos relacionados ao monitoramento da biodiversidade.Além destes, um curso e uma oficina de monitoramento participativo foram realizadas em parceria com o IPÊ para capacitar gestores e comunitários de Unidades de Conservação da Amazônia e colaboradores para construção e definição dos protocolos de monitoramento complementar aos indicadores mínimos de biodiversidade. Estes eventos formativos contaram com a troca de experiências de diversas iniciativas de monitoramento participativo de recursos naturais capacitaram mais de 50 pessoas envolvidas com o monitoramento participativo do ICMBio.Outros quatro cursos realizados em parceria com a Poli-USP foram destinados à capacitar mais de 30 técnicos em tecnologia da informação, gestores de centros de pesquisa e de Unidades de Conservação no funcionamento e operacionalização das ferramentas de gestão da informação de biodiversidade e monitoramento vinculadas ao ICMBio.

Para saber sobre cursos de capacitação em monitoramento da biodiversidade para servidores do ICMBIO, acesse Coordenação Geral de Gestão de Pessoas - CGGP.

Para acessar materiais de apoio a capacitação, como guias de procedimentos, apostilas das disciplinas de cursos, guias de identificção dos grupos alvos, vídeos, etc., acesse a nossa Biblioteca.
2-botao-biblioteca 
 

Fim do conteúdo da página