Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Flona de Tefé investe em sinalização de trilhas
Início do conteúdo da página

Flona de Tefé investe em sinalização de trilhas

Publicado: Sexta, 08 de Fevereiro de 2019, 12h40
Padrão adotado pela Flona segue as determinações do Manual de Sinalização de Trilhas do ICMBio

Sinalização utilizada nas trilhas da Flona de Tefé (Foto: Lucas Ramos)

A Floresta Nacional (Flona) de Tefé, no estado do Amazonas, completará 30 anos no mês de abril. Para marcar a data, uma de suas ações é a sinalização das trilhas de acordo com o Sistema Nacional de Sinalização de Trilha em Unidades de Conservação. Com uma área de 8.651 km², abrangendo cinco municípios, há quatro anos a unidade passou a desenvolver iniciativas ligadas ao turismo.

As atividades turísticas na unidade envolvem o grupo de Turismo de Base Comunitária da Flona de Tefé, composto por seis comunidades (Bom Jesus, Bacuri, Ipapucu, São Francisco do Arraia, São Franscisco do Bauana e Tauary) e parceiros institucionais, como Instituto Mamirauá, Sebrae e Prefeitura de Tefé.

O fluxo de visitação vem crescendo depois de novas parcerias comerciais e captação de recursos financeiros nos últimos dois anos. Organizadas em um sistema de rodízio, as seis comunidades desenvolvem atividades de ecoturismo, como trilha interpretativa na floresta e visita à comunidade. Cada visitante também contribui para um fundo comunitário que será revertido em beneficio coletivo. Toda a gestão da atividade é feita pelos comunitários e as decisões são tomadas em reuniões periódicas com todos os integrantes.


MANUAL DE SINALIZAÇÃO

Nas reuniões realizadas pelos comunitários foi decido o uso da sigla “FLONA TFF” em forma de pegada para sinalizar as trilhas da Flona de Tefé. Também devem fazer parte da sinalização placas de entrada de trilhas e orientação de destino. As placas de entrada ficarão no início de cada trecho e terão informações gerais da trilha a ser percorrida. Já a placa de destino é responsável por informar pontos importantes do percurso, como mirantes ou grandes árvores.

Os comunitários que participaram das oficinas ficaram responsáveis pela aplicação da técnica nas trilhas. Assim, a Flona de Tefé é mais uma unidade de conservação brasileira a utilizar esse método de sinalização, que facilita e dá segurança para todos os visitantes. Seguindo o Manual de Sinalização de Trilhas do ICMBio, analistas do próprio Instituto também participaram das oficinas de sinalização, garantindo o padrão usado em outras unidades geridas pelo órgão.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página