Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Guia ensina a identificar mamíferos aquáticos do Brasil
Início do conteúdo da página

Guia ensina a identificar mamíferos aquáticos do Brasil

Publicado: Segunda, 15 de Abril de 2019, 13h50
Publicação traz saber científico em linguagem simples usando ilustrações.

m3

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos (CMA), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), lança o Guia Ilustrado de Identificação de Cetáceos e Sirênios do Brasil. A publicação ensina as principais diferenças físicas entre baleias, golfinhos e peixe-boi. No guia, o interessado encontrará os tipos de nadadeiras (dorsal, caudal, peitoral), as características da cabeça, o peso, as medidas, além de hábitos alimentares de cada espécie. A publicação ainda traz as principais ameaças às espécies e o mapa de distribuição dos mamíferos no Brasil.

O objetivo do guia é identificar os mamíferos aquáticos (cetáceos e sirênios) para leigos e amantes da natureza (turistas, pescadores, mergulhadores, salva-vidas e outros). Por este motivo, o leitor irá encontrar na publicação uma combinação de arte e do saber científico sintetizado em ilustrações acompanhadas de uma linguagem simples, técnica e direta. O guia também é destinado a unidades de conservação costeiras, marinhas e de águas interiores e às instituições que lidam com mamíferos aquáticos, em diversas situações. Nesse sentido, o CMA irá realizar capacitações quanto à utilização adequada do Guia, para atender ações previstas nos Planos de Ações Nacionais (PANs), coordenados pelo CMA.

A elaboração e consolidação do Guia recebeu apoio financeiro do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD e do Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas - GEF Mar.

O Guia traz também algumas curiosidades:

* Baleias são enormes, mas se alimentam de pequenos peixes ou krill (pequenos crustáceos). Algumas pessoas até têm medo de baleias, pois pensam que elas podem atacar para se alimentar. Na verdade, a entrada do esôfago (garganta) não é larga o suficiente para engolir um humano.

* Peixes-boi não é peixe. Ele é um mamífero aquático, e mamam quando filhotes. Possuem pulmões e por isso precisam ir a superfície para respirar. O nome peixe-boi vem da associação com dois outros animais: por serem gordinhos e comerem apenas capim e plantas aquáticas, são chamados de boi, mas por viveram na água, também são chamados de peixe.

* Segundo o dicionário Aurélio, a fêmea do peixe-boi se chama peixe-mulher. Entretanto, muitos pesquisadores não estão de acordo com essa denominação, pois consideram que deve ser chamado de peixe-boi fêmea. Muita gente acha que o feminino de peixe-boi é peixe-vaca.

*Ajudar uma baleia pode ser perigoso. Elas são inofensivas, mas podem machucar as pessoas sem intenção já que qualquer movimento pode ser fatal pelo seu tamanho e peso.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280




registrado em: ,
Fim do conteúdo da página